Terminou um relacionamento? 5 dicas para superar sem absorver traumas

Terminou um relacionamento? 5 dicas para superar sem absorver traumas

Terminar um relacionamento não é uma das situações mais simples de se lidar. Mesmo que sejamos nós que tenhamos tomado a decisão, alguns tipos de traumas podem surgir, como o receio de viver novos relacionamentos. 

Se você está passando por esse tipo de situação e não sabe muito bem como superar o término do relacionamento, preste atenção nas dicas que vamos fornecer aqui. Preparamos esse texto para te mostrar que tudo pode ganhar novos significados. 

Desejamos uma excelente leitura!

“Meu relacionamento terminou, e agora?”

É complicado driblar esse momento, e é por isso que não vamos fazer isso. Por mais que existam pessoas que tentem levar numa boa, fica sempre um resquício de sentimentos e emoções que, se não forem bem trabalhadas, podem te levar para baixo. 

É comum também que durante esse período de término, as pessoas queiram passar por ele o mais rápido possível. A dor do sofrimento é algo que incomoda a todos, entretanto, aceitar esse período é essencial para extrair dele o que você precisa para seguir em frente, confiante e sem olhar para trás (caso isso aconteça, será com bons olhos e livre de sentimentos negativos). 

Pense o seguinte: se uma pessoa que se machuca fisicamente demora um tempo para se recuperar, por que não passaria pelo mesmo processo quando seus  sentimentos são feridos?

É uma gama de sentimentos que vêm à tona, advindos de uma emoção básica chamada tristeza. A ansiedade em achar a cura, a incompreensão sobre as atitudes do outro, possíveis sentimentos de culpa, rejeição… 

Não saber como trabalhar esses sentimentos pode fazer com que a pessoa se afunde ainda mais em sentimentos negativos, privando-se de agir de forma positiva para continuar conquistando uma vida próspera. 

Porém, é possível enxergar uma luz no fim do túnel. Com a inteligência emocional bem desenvolvida, é possível superar o fim de um relacionamento sem deixar o acontecimento abalar novos comportamentos e decisões. Veja como a seguir.

Sem qualquer tipo de trauma

Como falamos diversas vezes aqui no blog, a inteligência emocional é o que nos permite entender nossas emoções e sentimentos durante qualquer período delicado que passemos em nossas vidas. 

É o conceito que permite ao indivíduo entender as suas emoções, de modo que sejam trabalhadas para serem usadas a seu favor em todas as etapas de sua vida. 

Uma pessoa que treina sua inteligência emocional é capaz de ressignificar a forma de lidar com sentimentos e emoções, de modo que eles não interfiram no andamento de sua vida, principalmente de seus sonhos e objetivos. 

A inteligência emocional bem trabalhada nos permite entender que términos e finalizações são caminhos naturais da vida, seja de amizades, relacionamentos ou até mesmo com relação a aceitação da morte. 

Trabalhar a inteligência emocional é adquirir 5 capacidades que nos ajudam a entender como nossos sentimentos funcionam em ocasiões diversas. As 5 capacidades são: nomear, identificar, rastrear, avaliar e utilizar sentimentos. 

Muitas pessoas costumam apresentar dificuldades em nomear seus sentimentos, mas isso não as impede que os sinta. Ao saber nomear, fica ainda mais fácil identificar quais são eles, rastreando como eles se originam, avaliando se são positivos ou negativos e, se positivos, utilizando-os para agir de forma diferente frente aos desafios da vida. 

Quando somos capazes de utilizar essas 5 capacidades, fica muito mais fácil digerir situações mal resolvidas para que possam seguir adiante, sem dar a chance aos nossos pensamentos e sentimentos de criarem traumas que travem nossas ações diárias.

5 dicas para superar o fim do relacionamento de forma saudável

Agora, vamos falar sobre o que você pode fazer para conseguir superar o fim de um relacionamento da melhor forma possível. Confira. 

Veja o lado positivo da situação

Aliás, veja SEMPRE o lado positivo das coisas, mesmo sendo um conselho óbvio. Você já parou para pensar que o contrário disso – se deixar levar por pensamentos negativos – não ajuda em absolutamente nada?

Sabe aquela frase: “há males que vem para o bem”? Ela ajuda a entender um pouco sobre como podemos ter uma visão mais positiva sobre acontecimentos. Isso não quer dizer que você deve achar maravilhoso o término, não é isso!

Se trata de buscar o entendimento acerca de que tipo de favorecimento essa experiência trouxe para a sua vida. Será que você conseguiu entender o que pode ou não fazer? Será que essa experiência te trouxe um olhar mais amadurecido sobre as suas vivências? 

Pense e reflita sobre o que você pode pegar de aprendizado para melhorar algo nas suas próximas experiências. E isso nos leva ao tópico abaixo.

Identifique o que você pode melhorar para seus próximos relacionamentos

Lembra da capacidade de rastrear sentimentos que a inteligência emocional traz para as pessoas que a treinam? Ao identificar o que você pode melhorar após uma experiência, você passa a saber como rastrear os seus sentimentos para que gerem melhores ações no presente. 

Refletir sobre si mesmo e onde pode melhorar, também significa amadurecimento e fortalecimento emocional.

Dê um tempo para si 

Após términos de relacionamentos, é extremamente comum ficar ansioso para sair da situação que te aflige, ou pelo menos camuflá-la. Porém, é necessário saber se respeitar nesse momento. 

Tire um tempo para si e assimile os acontecimentos que desencadearam no término. Pode ser por meio de anotações, de reflexões e até de conversas em voz alta consigo mesmo. 

Desabafar e verbalizar as emoções ajuda a ver a situação de outros pontos de vista e ressignificar a experiência. Sabe aquela sensação que “quem está de fora percebe melhor”? Uma vez fora da relação e livre de envolvimento, você se dá conta de muitos aprendizados e razões para tudo ter acontecido exatamente como aconteceu.

Ouça outras pessoas que souberam do fim

Às vezes, outras pessoas conseguem enxergar melhor a situação que nós mesmos, pois elas não estão emocionalmente envolvidas. 

Por isso, ouça pessoas que você confia e que sabem sobre o que aconteceu. Busque entender o que elas fariam no seu lugar e como buscariam a superação do momento. Traga tais ideias para o seu campo de reflexão e filtre o que é válido e positivo para aproveitar. 

Dedique-se às atividades relaxantes e prazerosas para você

Ao buscar atividades lúdicas e de relaxamento, como estar em contato com a natureza, conversar com os amigos, atividades artísticas e espirituais, você consegue trazer novamente essa atmosfera de temperança e paz, além de desviar o foco do que pode estar trazendo desconforto e ocupando muito tempo do seu dia.

Mais sobre relacionamentos e superação

Existem diversos tipos de relacionamentos, e nem sempre é fácil entender quando uma relação é saudável ou não. Às vezes, acabamos sendo reféns da dependência emocional e atraindo questões de difícil resolução para nossa vida. 

E para continuarmos falando sobre esse assunto e como superar os desafios que relações interpessoais podem nos submeter, indicamos a leitura do material “Relacionamentos abusivos: saiba a dependência emocional que eles geram”.

Boa leitura!

Considerações finais

Terminar um relacionamento pode gerar traumas, caso os envolvidos não consigam trabalhar as suas emoções, sentimentos e pensamentos, para entenderem que o fim também é um processo natural na vida de cada pessoa. 

Saber extrair o melhor da situação só é possível quando a pessoa entende o papel da inteligência emocional e como ela é capaz de trazer a força para superar términos de forma consciente e confiante. 

Por isso, se você deseja vencer essa fase com coragem e autoconhecimento, mas não sabe como fazer sozinho, não hesite em contar com a colaboração daqueles que podem te ajudar com esse entendimento sobre o ser humano e suas emoções. 

Nós da EBPNL somos uma equipe de pessoas dispostas a te ajudar a despertar o seu potencial para a sua evolução pessoal e profissional de forma definitiva.

Autor: Michael Ribeiro
Publicado há 5 meses

mail_outline
A gente notifica você sempre que tivermos novidades. Deixe seu nome e e-mail.

As pessoas também estão lendo...